Confira informações sobre a nova data de entrega e prazos de liberação da restituição do IR, além de dicas de especialistas para aliviar o bolso em tempos de coronavírus

Embora os cinco maiores bancos do País (Bradesco, Itaú, Santander, Banco do Brasil e Caixa) tenham anunciado a possibilidade de prorrogar por 60 dias as prestações de dívidas que estiverem em dia até aqui muita gente vem tendo dificuldades em administrar suas contas

Para o planejador financeiro Valter Police, diretor da Fiduc, “entre atitudes simples do dia a dia como rever e eventualmente cortar planos de internet, TV a cabo e serviços de streaming uma iniciativa importante é analisar créditos financiamentos e seguros. Essas é a chamada reestruturação financeira”.

Ele lembra que o uso do crédito no Brasil é historicamente – muito caro e embora hoje seja menor do que no passado ainda pesa muito no orçamento. Por isso a reestruturação deve ser feita junto com a família repensando objetivos e organizando as: informações numa planilha. Nela, devem ser lançados o valor total da dívida; o número de parcelas restantes; o valor da parcela, taxa de juros e o valor a ser quitado.

A partir disso, segundo o planejador, é possível traçar uma estratégia para cada tipo de dívida. O cheque especial, rotativo do cartão de crédito e mesmo a maior parte dos empréstimos devem ser quitados no menor tempo possível. Assim, verifique o saldo devedor desses créditos e tente obter os recursos – necessários para pagá-los. Se preciso, resgate alguns de seus investimentos ou pense até em vender algum bem, como um veículo”.

IR 

A Receita Federal prorrogou o prazo para a entrega da declaração anual 2020 para o dia 30 de junho. Portanto o contribuinte terá mais dois meses para preparar a sua prestação de contas ao Leão que inicialmente teria de ser entregue até o dia 30 deste mês.

No entanto, a Receita manteve o prazo para o início do pagamento da restituição apurada nessa mesma declaração. O primeiro lote será liberado no dia 30 de maio. Evidentemente que para poder estar nesse lote, a declaração terá de ser enviada bem antes Lembrando que o primeiro lote é reservado para os contribuintes com mais de 60 anos ou contribuintes portadores de doenças graves ou deficiência. 

Os demais lotes virão sempre no último dia útil de cada mês até setembro. Por isso, a orientação é para quem tiver condições entregar o mais breve possível para também receber antes a devolução.

Matéria jornal – O Liberal

Share via
Copy link
Powered by Social Snap