Pergunta de Leonardo Furtado: Quero me aposentar com uma renda de 30 salários-mínimos, sendo que pretendo isso em 30 anos. Quanto preciso investir mensalmente supondo que a rentabilidade líquida, descontada inflação, seja 0,5%?

Resposta de Rejane Tamoto:

Leonardo, parabéns por estabelecer metas para a sua aposentadoria. Quanto antes colocar em prática os aportes para a construção de uma reserva de liberdade financeira para o futuro, melhor.

Considerando sua intenção de obter renda mensal de investimentos de R$ 33.000 (30 salários mínimos atuais), com rentabilidade de 0,5% ao mês descontada a inflação, seria necessário investir mensalmente R$ 6.782 por 30 anos.

É importante lembrar que, para o cálculo, foi considerado que o leitor não tem nenhuma reserva financeira constituída para este objetivo, já que essa informação não foi enviada junto com a pergunta.

Porém, se já há recursos na reserva para a aposentadoria, é possível simular novamente, incluindo o valor que já tem poupado. Um exemplo é o aplicativo Liberdade Financeira, da Fiduc.

Como alcançar 30 salários mínimos

O valor de investimento mensal necessário para atingir o seu objetivo de 30 salários mínimos poderá mudar de acordo com o recurso que já tem investido. Se decidir mudar o tempo de acumulação para a aposentadoria, isso também mudará o valor de investimento mensal.

O terceiro fator que influencia na poupança mensal para a aposentadoria é a rentabilidade descontada a inflação. Nesse último ponto, destaco a importância de repensar o motivo de ter escolhido o retorno de 0,5% ao mês para essa simulação.

E para repensar isso, sugiro que conheça seu perfil de investidor, que é medido por um teste aplicado em instituições financeiras. É possível preencher esse questionário no banco, corretora ou gestora com quem mantém ou pretende manter relacionamento.

Ao conhecer o próprio perfil, poderá descobrir o quanto pode tolerar em oscilações na sua carteira de investimentos, o que no linguajar técnico chamamos de volatilidade. A partir desse dado, será possível saber o quanto de rentabilidade pode buscar para seus investimentos, principalmente os de longo prazo, que geralmente podem oscilar mais.

Com isso, pode ter a oportunidade de investir melhor os recursos para a sua aposentadoria, eventualmente com uma taxa de retorno maior em relação à que foi enviada para fazer o cálculo.

Com uma rentabilidade maior, é possível que precise poupar menos mensalmente e também acumule recursos para a realização de outros objetivos e projetos de vida antes da aposentadoria. Esse cenário aumenta bastante as chances de sucesso do plano de acumulação para a aposentadoria.

Com a informação de quanto pode tolerar de oscilação na carteira e de qual rentabilidade perseguir, é recomendável montar uma carteira diversificada de investimentos de acordo com seu perfil, considerando renda fixa, multimercado, ações brasileiras e internacionais.

Por meio de fundos de investimentos, por exemplo, é possível ter acesso a um serviço de gestão profissionalizada, caso não tenha tempo de aprender profundamente sobre cada tipo de aplicação e como tomar as decisões a respeito de cada uma delas. Atualmente, há fundos de previdência com carteiras que reúnem diversos tipos de aplicações e que buscam retornos consistentes acima da inflação.

Aconselho também que revise periodicamente seu objetivo de aposentadoria, para acompanhar se as projeções estão se concretizando e levando à renda desejada no futuro. Também pode contar com o apoio de um planejador fiduciário nessa jornada.

*Planejadora Fiduciária da Fiduc

Conteúdo por: InvestNews

× Como posso te ajudar?
Share via
Copy link
Powered by Social Snap